Você sabe o que é sadomasoquismo?

Escrito Por lemon 14/03/2017 0 Comentarios

Você sabe o que é sadomasoquismo?

 

               Muito abordado nos últimos anos em conseqüência ao best seller “50 tons de cinza” o sadomasoquismo consiste em uma prática sexual a qual os participantes sentem prazer na dor ou prazer em causar dor no parceiro (a) e ver seu sofrimento.

            Para que exista uma harmonia nessa prática a relação sadomasoquista precisa se basear em um indivíduo que goste de sentir dor (masoquista) e um outro que sinta prazer em proporcionar dor ao outro (sádico).

           O sadomasoquismo não é muito conhecido, justamente por ter preconceitos que o cercam.  Essa prática já foi inclusive considerada um desvio de personalidade, já que o prazer é provido da dor e humilhação, própria ou do outro.

            Se você tem curiosidade sobre o assunto, mas nunca ouviu falar muito sobre se ligue nas curiosidades que listamos sobre esse tema.

Saiba o que é o sadomasoquismo

            1- Os perfis de indivíduos que praticam sadomasoquismo são:

*Submissos: Aqueles que gostam de sentir dor e se entregam a submissão e controle de seu parceiro;

*Dominadores: Aqueles que se contorcem de prazer em ver o outro passar dor

* Switchers: Aqueles que intercalam entre os dois papéis descritos a cima.

 

            2- O comportamento sádico ou masoquista não é advindo de fatores genéticos, porém pode ser influenciado pelo ambiente familiar que a pessoa teve durante a infância.

 

           3- Bondage é o nome da prática a qual o masoquista é amarrado para sofrer

           4- Os praticantes possuem uma mala onde guardam os objetos a serem usados. Alguns deles são: Salto agulha, velas, cordas, cadeados, fitas adesivas, pregadores para apertar mamilos ou pênis e também acessórios que você encontra inclusive no Mix Sex Shop, como: Vendas para os olhos, chicotes e algemas.

           5- Geralmente o casal que prática esse tipo de relação sexual estabelece limites sobre o que pode ser feito e o que não deve ser feito um para o outro. Isso evita possíveis situações desagradáveis e acidentes.

           Ficou instigado em experimentar essa técnica? Não se esqueça que não é qualquer um que topa esse tipo de aventura. Não adianta conhecer a gata na balada e querer levar para casa e dar umas chicotadas hein?

          Primeiro deve haver uma conversa sobre o assunto para saber qual a opinião da pessoa sobre tudo isso e se ela aceita experimentar esse fetiche! Se a resposta for sim, tente chegar a um consenso sobre o perfil de cada um, quem é o dominador e quem é o submisso.

          Lembre-se de estabelecer limites e criar uma palavra de segurança, caso a pessoa lhe machuque basta você pronunciar a palavra de segurança e ela para na hora.

           Abuse nos acessórios, leia fóruns sobre o assunto e não esqueça de preparar o ambiente.

           Hoje em dia existem motéis temáticos, com quartos preparados especialmente para atuantes dessa prática.... Depois que tudo estiver pronto é só aproveitar os gritos, quer dizer gemidos do sadomasoquismo, mas, lembre-se, sempre acompanhe o limite de seu parceiro e faça tudo em comum acordo.

 

 

Deixe um Comentario